in

Grávida que perdeu bebê após motorista não querer sujar carro dá depoimento tocante; é muito triste

Motorista teria pedido que mulher e filha saíssem do carro, para que ele não tivesse veículo sujo.

Montagem / Extra

Uma mulher acabou perdendo o filho em São Paulo, após supostamente um motorista do aplicativo 99 mandar ela descer do carro, quando a mesma estava a caminho do hospital com sangramentos. O motivo do pedido do motorista, segundo a vítima, Daiany Fernandes, de 31 anos, teria sido para que o carro não fosse sujo de sangue. 

Publicidade

Como mostra uma matéria publicada pelo site do jornal carioca Extra, a mulher estaria com a filha em casa, quando tudo aconteceu. Como sentiu contrações muito fortes, ela preferiu buscar logo a ajuda de um hospital paulista. Devido a isso, a vítima acabou chamando a ajuda de um carro de aplicativo. 

O motorista do carro de aplicativo, no entanto, não teria quisto terminar essa viagem temendo que o seu carro ficasse com o banco de trás sujo de sangue. Após a morte do bebê, Daiany Fernandes foi à uma delegacia e prestou queixa contra o condutor, que no momento da corrida prestava serviço via aplicativo 99. 

Publicidade

Mulher diz que homem teria ignorado seu estado de saúde

O homem é acusado pela vítima de omissão de socorro e constrangimento. “Foi uma atitude desumana;  Ele preferiu se preocupar que o carro dele ficaria sujo do que se preocupar que eu poderia ter uma hemorragia interna, e não só perder o bebê, mas perder minha própria vida. Não sei o que se passou pela cabeça dele naquele momento”, disse a mulher revoltada com a situação. 

Publicidade

A mulher dizia ainda que, mesmo desesperada, o homem mantinha a calma e ouvia música durante a viagem. Ela disse ainda que ora pelo motorista e que não sente raiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.