in

OMS anuncia possível valor de vacina contra Covid-19 e quantia que Brasil deve gastar é assustadora

Brasil tem sido palco de vários testes de imunizantes contra a Covid-19, e pode ter alto gasto com vacina.

UOL

A pandemia do coronavírus segue assolando a população mundial em larga escala. No Brasil, o ritmo de novos casos e óbitos seguem expressivos nas últimas semanas. Neste cenário de calamidade na saúde, a esperança e expectativa do surgimento da primeira vacina eficaz contra a Covid-19 cresce.

Publicidade

De acordo com o colunista Jamil Chade, do UOL, o consórcio mundial criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), tem como objetivo levar o imunizante ao custo médio de US$ 10 por dose (cerca de R$ 55). As cifras da vacina são significativamente mais em conta do que algumas empresas de ponta que estão avançadas no desenvolvimento da vacina apontaram recentemente.

Ao que tudo indica, a imunização contra a Covid-19 necessitará de duas doses da vacina. Nos países mais pobres do mundo, o imunizante seria distribuído de forma gratuita. O Brasil não integra esse grupo, e diante disso, o governo federal terá que abrir os cofres para adquirir o produto.

Publicidade

Cifras altas

O Brasil sinalizou que deseja fazer parte da aliança de países na compra do imunizante. O país sul-americano tem até o dia 18 de setembro para indicar o valor que está disposto a destinar para a aliança. Integrando a aliança, o Brasil pode negociar descontos importantes com empresas que fornecerão a vacina.

Publicidade

Caso o governo federal opte por inicialmente imunizar apenas a parcela mais vulnerável de sua população, cerca de 40 milhões de pessoas, os custos dos cofres públicos poderiam chegar na casa dos US$ 800 milhões, ou seja, mais de R$ 4,4 bilhões. Cada pessoa imunizada teria o custo de US$ 20.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade