in

Cientista britânico faz alerta sobre permanência do coronavírus mesmo após vacina: ‘De um jeito ou de outro’

Europa voltou a registrar um aumento significativo de novos casos da Covid-19.

G1

A pandemia do coronavírus segue assolando a população mundial em larga escala. Uma das grandes esperanças para a combater a Covid-19 é a chegada da vacina. Em escala global, muitos imunizantes estão em desenvolvimento, alguns deles já em reta final de testes. Contudo, o imunizante pode não suficiente para erradicar de vez o vírus do mundo.

Publicidade

Integrante do órgão consultor que orienta o governo britânico no combate à pandemia, o cientista Sir Mark Walport deu declarações preocupantes sobre a continuidade do vírus. Para o cientista que também é professor de medicina, o coronavírus está com a gente “de um jeito ou de outro’.

O cientista enfatizou que a vacinação em todo o mundo será de suma importância para ter um controle da pandemia, mas enfatizou que diferentemente da varíola, a Covid-19 pode não ser erradicada com a chegada das vacinas.

Publicidade


“Este é um vírus que estará conosco para sempre de um jeito ou de outro, e quase certamente serão necessárias repetidas vacinações. 
Então, um pouco como a gripe, as pessoas precisarão de re-vacinação em intervalos regulares”, disse Walport. 

Publicidade

Ele ainda afirmou que o fato da população do mundo ser muito maior e viver em cidade mais densas do que na época da gripe espanhola, em 1918, permite com que o vírus se espalhe com maior facilidade.

Publicidade

Preocupação

Walport, por fim, mostrou preocupação com a chegada da “nova onda” de infecções do coronavírus no Velho Continente. A Europa que chegou a registrar altos números da Covid-19 na Itália, Alemanha e no próprio Reino Unido, estabilizou, mas agora voltou a computar um aumento significativo de casos da doença nas últimas semanas.

Diante do crescimento significativo de novos casos, o governo do Reino Unido voltou a aplicar as medidas de quarentena para pessoas que chegam à região vindas de outros países, entre eles Croácia, Áustria e Trinidad e Tobago.

Publicidade
Publicidade
Publicidade