in

Auxílio Emergencial: benefício será prorrogado e novos valores são divulgados por vice-líder do governo

Caixa Econômica Federal iniciou pagamento da última parcela de beneficiários do Bolsa Família nesta semana.

UOL

Alento dos brasileiros em tempos de pandemia, o Auxílio Emergencial deve ser mesmo prorrogado novamente. Na última-feira (20), o vice-líder do governo federal, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) confirmou que o benefício será prorrogado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Publicidade

Como vinha sendo sinalizado, o valor das parcelas, no entanto, será menor. As futuras parcelas serão de R$ 300, 50% do valor do pago desde o início do programa. Todos os detalhes da nova prorrogação devem ser formalizadas pelo governo federal na próxima terça-feira (25), em cerimônia.

“Essa foi uma definição junto à equipe econômica por entender que é um valor que vai continuar ajudando todos aqueles que estão passando por essa crise e estão precisando de um apoio do Governo Federal”.

Publicidade

No início da semana, em coletiva realizada, o chefe de Executivo havia afirmado que possivelmente o Auxílio Emergencial sofreria uma nova prorrogação, mas ratificou a importância do governo encontrar um “meio-termo” no quesito valores. A equipe econômica chefiada por Paulo Guedes, projetava um valor de R$ 200, enquanto a ala política queria uma parcela maior.

Publicidade

Números

Até o momento, o Auxílio Emergencial já contemplou mais de 66 milhões de brasileiros e representa um gasto de R$ 161 bilhões aos cofres públicos, com cada parcela tendo um custo de R$ 50 bilhões.

Publicidade

Nesta terça-feira (18), a Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento da quinta parcela do benefício para integrantes do Bolsa Família. No dia hoje (21), cerca de 5,6 milhões de brasileiros estão recebendo mais uma parcela da ajuda.

Publicidade
Publicidade