in

Auxílio Emergencial: benefício será prorrogado e novos valores são divulgados por vice-líder do governo

Caixa Econômica Federal iniciou pagamento da última parcela de beneficiários do Bolsa Família nesta semana.

UOL

Alento dos brasileiros em tempos de pandemia, o Auxílio Emergencial deve ser mesmo prorrogado novamente. Na última-feira (20), o vice-líder do governo federal, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) confirmou que o benefício será prorrogado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Publicidade

Como vinha sendo sinalizado, o valor das parcelas, no entanto, será menor. As futuras parcelas serão de R$ 300, 50% do valor do pago desde o início do programa. Todos os detalhes da nova prorrogação devem ser formalizadas pelo governo federal na próxima terça-feira (25), em cerimônia.

“Essa foi uma definição junto à equipe econômica por entender que é um valor que vai continuar ajudando todos aqueles que estão passando por essa crise e estão precisando de um apoio do Governo Federal”.

Publicidade

No início da semana, em coletiva realizada, o chefe de Executivo havia afirmado que possivelmente o Auxílio Emergencial sofreria uma nova prorrogação, mas ratificou a importância do governo encontrar um “meio-termo” no quesito valores. A equipe econômica chefiada por Paulo Guedes, projetava um valor de R$ 200, enquanto a ala política queria uma parcela maior.

Publicidade

Números

Até o momento, o Auxílio Emergencial já contemplou mais de 66 milhões de brasileiros e representa um gasto de R$ 161 bilhões aos cofres públicos, com cada parcela tendo um custo de R$ 50 bilhões.

Publicidade

Nesta terça-feira (18), a Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento da quinta parcela do benefício para integrantes do Bolsa Família. No dia hoje (21), cerca de 5,6 milhões de brasileiros estão recebendo mais uma parcela da ajuda.

Publicidade
Publicidade
Publicidade