in

Vai dar Bolsonaro? Lula assusta esquerda com terrível previsão sobre PT não disputar eleições presidenciáveis em 2022

Ex-presidente Lula disse que PT pode não ter a oportunidade de brigar por presidência em 2022.

Acesse Política

O ex-presidente Luís Inácio da Lula Silva fez uma revelação nesta quinta-feira, 20 de agosto, sobre as eleições 2022. A informação, porém, não agrada à esquerda. Segundo Lula ressaltou, o PT (Partido dos Trabalhadores) pode não ter um candidato à presidência em 2022, o que deixaria a direita, ou especificamente dizendo, Bolsonaro, com uma larga vantagem na corrida eleitoral frente ao momento de divisão política que o país vive.

Publicidade

A revelação foi feita quando Lula foi questionado sobre o ocorrido da Argentina, onde a ex-presidente do país, Cristina Kirchner, ao invés de se reecandidatar, aceitou ser vice na chapa de outro candidato, Alberto Fernández, e venceu as eleições no país.

“É plenamente possível que o PT não tenha candidato à Presidência. O PT pode ter candidato a vice. O PT pode ser candidato a outra coisa. Isso é plenamente possível”, disse o ex-presidente.

Publicidade

Porém, Lula também ressaltou que o PT é o maior partido de esquerda da América Latina, e que isso conta muito a favor, contudo, ressaltou a importância de um candidato que tenha as qualidades necessárias para o cargo.

Publicidade

“É preciso ter um candidato que tenha habilidade de tratar os partidos com o respeito que os partidos merecem. Não adianta querer brigar com o PT. Não podem querer que o PT abra mão dessa grandeza que o povo lhe deu (nas urnas) a troco de nada. Ou apresenta um candidato maior do que o PT ou não tem chance”, afirmou ele.

Publicidade

Lula critica Ciro Gomes e fala em ato de rebeldia

Prosseguindo com seu desabafo, Lula criticou Ciro Gomes e expôs uma mágoa em relação à ele. De acordo com o ex-presidente, Ciro não tem demostrado o mesmo carinho que Lula apresenta por ele. Lula, aparentemente, esperava que Ciro demonstrasse apoio a Fernado Haddad nas eleições presidenciáveis de 2018, algo que não veio a acontecer, deixando o petista incomodado.

“Tenho mais carinho pelo Ciro do que ele tem demonstrado ter por mim. O companheiro Ciro deveria ter ficado no Brasil e ter declarado apoio ao Fernando Haddad. Mas ele preferiu um gesto de rebeldia”, disse o ex-presidente da República, referindo-se ao fato de Ciro não ter o escolhido ao demonstrar seu apoio em 2018.

Pesquisas antecipadas mostram Bolsonaro na preferência para reeleição

De acordo com algumas pesquisas apontadas na internet, o atual presidente da república, Jair Messias Bolsonaro lidera as intenções de votos para a eleição presidenciável de 2022. Embora ainda seja cedo para tal afirmação, ou até mesmo cedo demais para tal preocupação, frente à pandemia de coronavírus que atinge o país, alguns sites tem divulgado tais intenções de votos.

Resta saber se, à época que forem acontecer as eleições, tais intenções de voto se confirmarão, embora seja, talvez, como já dito, muito cedo para tais preocupações. E você, já sabe em quem vai votar nas próximas eleições? Deixe sua opinião e justificativa. Liberdade de expressão é um direito de todos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Dayrell

Sócio-fundador do i7 Network. Tenho a profissão de jornalismo como uma paixão e estou sempre em busca de constantes melhorias nos conteúdos que escrevo, estando eles, principalmente, entretenimento, esportes e curiosidades. Meu contato: mdayrell07@gmail.com