in

Médico que conduziu aborto da menina de 10 anos conta o maior sonho dela: ‘ainda pode realizar’

Olímpio Barbosa de Morais Filho, falou sobre a criança após a mesma receber alta hospitalar.

UOL

Nesta quarta-feira (19), a menina de 10 anos que engravidou após ser abusada pelo tio, no Espírito Santo, recebeu alta hospitalar e retornou para sua cidade após realizar um aborto, autorizado pela Justiça, em Recife. O médico que conduziu o procedimento falou sobre o maior sonho da criança após deixar o hospital.

Publicidade

Olímpio Barbosa de Morais Filho é o gestor executivo e diretor do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam-UPE) e responsável por conduzir o aborto da menina abusada pelo tio. O médico, que chegou a sofrer represálias por conta do procedimento realizado na criança, contou que a menina já encontra-se em São Mateus e está bem de saúde, conforme divulgou o UOL.

Ainda de acordo com o site, Olímpio chegou a relatar qual seria o maior sonho da menina: “comer um sanduíche de uma rede de fast-food, já que nunca tinha experimentado”, contou o médico, acrescentando que “ela ainda pode realizar”.

Publicidade

Em entrevista ao Estadão, Olímpio chegou a comentar toda polêmica gerada em torno do aborto realizado na menina e foi enfático ao dizer que muitas pessoas estariam misturando ciência com religião e deixando a saúde em segundo plano.

Publicidade

O médico ainda afirmou que seria uma “tortura” levar adiante a gestação de uma criança vítima de abuso. A menina de 10 anos corria risco de morrer caso continuasse com a gravidez, uma vez que já teria desenvolvido diabetes gestacional no período em que esteve grávida.

Publicidade

Durante o tempo de internação, a menina contou com o carinho de diversas pessoas que lhe enviaram brinquedos, roupas e outros presentes. Segundo uma enfermeira do hospital em que ocorreu o procedimento, a criança teria demonstrado muito felicidade com os agrados.

Publicidade
Publicidade