in

Bolsonaro se irrita após apoiador tentar entregar uma carta à ele: ‘Não vou ler’

Presidente não mostrou muita receptividade com apoiador que tentou entregar uma carta.

REUTERS/Adriano Machado

O presidente Jair Bolsonaro não se mostrou muito interessado no que um apoiador tinha a dizer para ele na manhã desta quarta-feira (19). Ao tentar entregar uma carta para o chefe do Executivo, o homem acabou sendo surpreendido pela recusa do ex-capitão do Exército.

Publicidade

Alegando receber um volume alto de cartas em suas visitas em cidades nacionais, o presidente não quis aceitar o pedido do simpatizante.

“Eu não vou ler, dificilmente eu vou ler, tem dia que eu recebo isso aqui de papel [faz gesto com a mão]. E não é só ler, você tem que tomar decisão. Se vai dar resposta a contento, eu não sei”, disse Bolsonaro, antes mesmo do homem tentar explicar o conteúdo da carta.

Publicidade

O apoiador do chefe do Executivo afirmou ser empresário e fez uma reclamação do cenário vivenciado por sua empresa em tempos de pandemia. De acordo com ele, o número de funcionários despencou de 162 para apenas 30.

Publicidade

Ao falar isso, o homem foi rebatido pelo presidente, que voltou alfinetar o fechamento do comércio em muitas cidades do país. 

Publicidade

“Chefe, quem fechou o comércio não fui eu. Só não fechou mais porque nós criamos muita coisa pro pequeno empresário“, rebateu Bolsonaro.

Visita ao MS

Na última terça-feira (18), Jair Bolsonaro visitou cidades do Mato Grosso do Sul, participando assim de algumas inaugurações. Em Corumbá, o chefe do Executivo inaugurou uma estação de radar da FAB, já em Maracaju ele visitou uma fazenda e por fim passou por Nioaque, cidade em que já foi tenente entre 1979 e 1981. Esta foi a primeira visita do governante ao MS desde a sua eleição em 2018.

Publicidade
Publicidade
Publicidade