in

Brasil recebe boa notícia sobre vacina contra a Covid-19; sete estados serão contemplados

País só fica atrás dos Estados Unidos em números de infectados e óbitos pela Covid-19.

Exame - Getty Images

Um dos principais epicentros da pandemia do coronavírus em escala global, o Brasil segue registrando números elevados de infectados e novos óbitos diariamente. Diante de um cenário alarmante, a esperança dos brasileiros tem sido o desenvolvimento de uma vacina contra a Covid-19.

Publicidade

Nesta terça-feira (18), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou a terceira fase de testes de um imunizante no país. Trata-se da Ad.26.COV2.S, que foi desenvolvida pela Janssen Pharmaceuticals, do grupo Johnson & Johnson. 

A Anvisa não precisou sobre o início da realização dos testes em solo nacional, que ainda depende de uma aprovação junto ao Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). O órgão do Ministério da Saúde é responsável pela avaliação ética das pesquisas clínicas. A distribuição do imunizante em testes também depende da organização dos pesquisadores para elaborar um programa de recrutamento de voluntários. 

Publicidade

Regiões atendidas

Ao que tudo indica, cerca de 7 mil pessoas serão escolhidas para voluntariar, com idade mínima de 18 anos. Ao todo, sete estados receberão a fase de testes do imunizante: Minas Gerais, Bahia, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Publicidade

Além da Ad.26.COV2.S, outros três imunizantes já foram liberados para executar a fase de testes no Brasil: o imunizante da Universidade de Oxford (Reino Unido), o da Sinovac (China) e o da BioNTech em parceria com a Pfizer (EUA e Alemanha)

Publicidade

Números da pandemia 

Segundo país mais afetado pela pandemia em escala mundial, o Brasil acumula, de acordo com o último boletim divulgado pelo consórcio de imprensa, 108.696 mortes em decorrência da Covid-19, e mais de 3,3 milhões de infectados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade