in

Alunos são dispensados de escola após professora testar positivo para Covid-19 no dia de retorno das aulas

A professora retornou as atividades normalmente nessa segunda-feira (10), mas apresentou mal estar durante a noite.

G1

A retomada das aulas é um dos grandes desafios a se enfrentar em meio à pandemia. Contudo, o estado de Manaus resolveu retornar com as aulas presenciais. Uma educadora da Escola de Tempo Integral Maria do Céu, que fica na Zona Norte da cidade, teve o teste para o coronavírus positivo nesta última segunda-feira, 10 de agosto.

Publicidade

Logo no primeiro dia da volta as aulas presenciais na rede estadual de ensino de Manaus. A Seduc – Secretaria de Estado de Educação e Desporto informou que os alunos e servidores da instituição foram liberados no dia seguinte para que a unidade possa passar por uma desinfecção.

Na última segunda-feira, 123 instituições de ensino do estado tiveram o retorno as atividades presenciais. O ensino está sendo feito de forma híbrida, muitos profissionais e alunos são contra o retorno e realizaram protestos por causa do grande risco de contágio da Covid-19. O vírus já infectou mais de 107 mil pessoas no estado do Amazonas. Inclusive, esse é o primeiro estado brasileiro a retomar as aulas.

Publicidade

Conforme informação da secretaria, a professora estava assintomática e retornou normalmente ao trabalho. Porém, começou a apresentar um mal-estar durante a noite e procurou ajuda médica. A servidora apresentou o exame que mostrava positivo para a Covid-19.

Publicidade

A Seduc explicou através de uma nota que todos os procedimentos previstos nos Protocolos de Saúde foram adotados, após a notificação da servidora. O estabelecimento de ensino iria passar por um processo de desinfecção para que as aulas possam ser retomadas novamente. No entanto, a data ainda não foi definida.

Publicidade

Estudantes e professores protestam contra retorno das aulas

Um grupo de alunos fez um protesto e fixou cruzes na frente da sede do Governo do Amazonas. A manifestação contou com a participação de representantes dos sindicatos dos docentes. As aulas ficaram suspensas por 146 dias no Amazonas e a retomada teve baixa adesão dos estudantes.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.