in

‘Peguei essa doença fazendo o que amo. Faria tudo outra vez’, diz médico de 32 anos, vítima de Covid-19

O neurocirurgião Lucas Augusto Pires, de 32 anos, faleceu no último sábado, 8 de agosto, e deixa esposa e dois filhos pequenos.

Crédito: Freepik

A pandemia do coronavírus têm deixado um rastro de mortes por onde passa. No Brasil, o número de vítimas fatais já ultrapassa os 100 mil, número expressivo e que deixa várias famílias em luto. Embora ainda não se tenha sido descoberto um remédio comprovadamente eficaz contra o vírus, a expectativa é que, em breve, uma vacina esteja disponível para toda a população, visto que muitas já estão em fases de testes por todo o mundo.

Publicidade

Enquanto a vacina para prevenção contra a Covid-19 é aguardada, os profissionais da área da saúde continuam sua batalha na linha de frente, fazendo o possível para que a quantidade de vítimas seja menor. Porém, infelizmente, eles também estão aptos a contraírem o vírus, principalmente por estarem em contato direto com os infectados.

Neste contexto, mais uma vez, um profissional da saúde deixa a família em luto. O neurocirurgião Lucas Augusto Pires, de 32 anos, faleceu no último sábado, 8 de agosto, em Ivaiporã, no estado do Paraná, vítima de complicações em decorrência do coronavírus. Ele deixou esposa, que também é médica, e dois filhos de nomes Benjamin e Isabela.

Publicidade

Lucas precisou ser internado na UTI no início deste mês e, no mesmo dia, fez um post em sua rede social agradecendo as orações de amigos e familiares. Na postagem, o neurocirurgião escreveu: “Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez”.

Publicidade

Após o falecimento, a colega de profissão Valéria Scavasine fez uma homenagem a ele nas redes sociais, direcionando a mensagem para seus filhos, onde ressalta que, agora, os mesmos teriam 88 padrinhos, que seriam os colegas de turma do médico quando este se formou. E completou: “Ele deixa o plano terreno como um herói. Nunca se esqueçam disso: por amor à profissão, ele perdeu a própria vida cuidando de outras vidas”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Dayrell

Sócio-fundador do i7 Network. Tenho a profissão de jornalismo como uma paixão e estou sempre em busca de constantes melhorias nos conteúdos que escrevo, estando eles, principalmente, entretenimento, esportes e curiosidades. Meu contato: mdayrell07@gmail.com