in

Mãe perde bebê de 14 dias e faz alerta para o risco de visitas nos primeiros dias

Mulher perdeu sua filha com apenas 14 dias de vida e resolveu alertar o mundo sobre o risco de receber visitas e deixar que as pessoas beijem o bebê.

Reprodução: Manual da Mamãe

Um filho é uma benção e todo bebê é a alegria de uma família e dos amigos. Quando nasce uma criança, todos querem vê-la, abraçá-la e beijá-la, mas isso pode ser perigoso. Essa mão infelizmente não poderá mais segurar sua filha nos braços e resolveu que deveria alertar os papais e mamães de primeira viagem para o risco de receber visitas com recém-nascidos.

Publicidade

Kiara tinha apenas 10 dias quando recebeu um beijo infectado. Os médicos que diagnosticaram a doença afirmaram que provavelmente ela havia sido beijada por um visitante com o vírus. Os pais, noivos, Kelly Ineson, de 30 anos, e Thomas Cummins, de 26 anos, foram desenganados pelos médicos, que disseram que se a bebê sobrevivesse, ficaria com sequelas cerebrais graves para sempre.

Os pais da pequena Kiara decidiram alertar nas redes sociais para que outros pais não tenham a mesma dor. Eles falaram que sempre foram muito cautelosos, exigindo que os visitantes lavassem bem as mãos e observando se alguém parecia mal de saúde, mas não foi suficiente.

Publicidade

A patologia que Kiara contraiu não oferece perigo a crianças e adultos, mas é grave em bebês que ainda não desenvolveram o sistema imunológico. Trata-se do vírus da herpes, que muitas e muitas pessoas possuem, mas algumas não manifestam ou possuem feridas tão pequenas que passam desapercebidas.

Publicidade

A Associação de Virologia contra Herpes alertou que apenas pais e mães podem beijar seus bebês recém-nascidos, mais ninguém. A história causou comoção nas redes sociais e os pais estão cada vez mais cuidadosos, mas ainda é preciso conscientizar mais pessoas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade