in

Homem que teve mais de 50% do corpo queimado em ciclone assiste nascimento de filho e cena emociona

Apesar da distância de quase 200 km, Fábio conseguiu acompanhar nascimento do seu segundo filho.

Metrópoles

Internado após se ferir gravemente enquanto restabelecia o fornecimento de energia elétrica após o ciclone bomba que atingiu Santa Catarina há algumas semanas, um homem pôde acompanhar o nascimento do filho através de uma chamada de vídeo.

Publicidade

Enquanto o pai permanece sob cuidado dos médicos em Chapecó, a criança nascia em Joaçaba, cerca de 160 quilômetros de distância. Mas a tecnologia permitiu que ele se “fizesse presente” no momento especial. 

O homem que teve apenas o primeiro nome revelado (Fábio), acabou sendo vítima de uma descarga elétrica enquanto tentava restabelecer a energia de uma das regiões afetadas pelo ciclone, que atingiu mais de 200 cidades no estado e fez 11 vítimas fatais. 

Publicidade

A chamada de vídeo para Fábio acompanhar o nascimento do filho só foi possível após esforços das equipes dos dois hospitais, classificando que o momento também podia ajudar no emocional da esposa, fato que se concretizou na hora do parto.

Publicidade

A minha maior preocupação nem era em relação ao parto, era saber como ele estava e saber o estado de saúde dele. Assim que eu entendi que ele estava fora de perigo, estava bem, eu comecei a pensar como seria o parto”, disse Patrícia Hoffelder, esposa de Fábio, em entrevista ao G1.

Publicidade

Devastador

Tido como um dos maiores desastres naturais na história de Santa Catarina, o ciclone devastou algumas cidades e deixou 1,5 milhão de casas sem energia. Segundo Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), o episódio representou o maior desastre elétrico na história da empresa.

A Defesa Civil aponta que os gastos mínimos com a tragédia ficarão na casa dos R$ 260 milhões.

Publicidade
Publicidade
Publicidade