in

Cão salva sua dona de um ataque de abelhas, mas o pior acontece: ‘Morreu no Dia do Amigo para nos salvar’

O cãozinho Tufão teve uma atitude heroica, ele serviu de isca para salvar sua dona, mas infelizmente não resistiu aos danos das abelhas.

Reprodução: Metrópoles

A advogada Luana Iara Evaristo Vieira, de 38 anos, e sua mãe, Cleide Evaristo Vieira, de 72, passaram por um momento bastante complicado neste domingo (19). Elas foram passear no Parque da Cidade, localizado em Brasília, na companhia de dois cãezinhos, Tufão e Beck.

Publicidade

Ao chegarem no local, no estacionamento do Parque, Luana e sua mãe foram surpreendidas com o ataque gerado por um enxame de abelhas. Em entrevista concedida ao Jornal Metrópoles, a advogada detalhou o momento de pânico vivido ao lado de sua mãe e de seus animais de estimação.

Segundo Luana, tudo aconteceu de forma muito rápida, ela ainda estava tirando alguns objetos do porta-malas do carro quando o ataque aconteceu. Após poucos segundos, todos já estavam cobertos de abelhas, a advogada chegou a pensar que todos iriam morrer no local.

Publicidade

Luana ainda destacou a atitude heroica de um dos seus cães, Tufão, segundo ela, ele ficou no local para servir de isca para as abelhas, com o intuito de salvar suas donas, depois disso correu para debaixo de um carro buscando maior proteção contra o enxame.

Publicidade

Após o ataque, os dois cães foram levados ao veterinário, mas o herói Tufão não resistiu às diversas picadas que sofreu das abelhas e veio a falecer nesta segunda-feira (20). O cãozinho foi picado em todo o corpo, sendo mais de 200 no focinho.

Publicidade

De forma emocionada e muito sentida com toda situação, principalmente pela perda do companheiro Tufão, Luana desabafou: “Estou muito abalada emocionalmente. Éramos muito apegados um ao outro. Meu melhor companheiro. Ele morreu no Dia do Amigo para nos salvar. Deu a vida por mim. Está sendo muito difícil. Um dano irreparável”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade