in

Homem escala parede de hospital para dar adeus à mãe que morreu de Covid-19 e cena emociona

Mulher de 73 anos acabou não resistindo à luta contra o coronavírus e morreu.

Reprodução - UOL

A pandemia do coronavírus segue assolando a população mundial, com registros de novos casos de infectados e novos óbitos. Letal, o vírus já devastou milhares de famílias em escala global. Desde o início da pandemia, muitas histórias emocionantes já foram contadas, algumas não sendo concluídas com final feliz, mas que deixam uma mensagem.

Publicidade

Nos últimos dias, a história de Jihad Al-Suwait acabou ganhando os quatro cantos do mundo. Sem poder estar perto de sua mãe, diagnosticada com a Covid-19, o palestrino de 30 anos foi flagrado escalando as paredes externas de um hospital na cidade de Hebron, na Cisjordânia, para ver a mãe na UTI.

De acordo com informações do canal AJ+, a mulher de 73 anos acabou não resistindo. Antes de contrair a Covid-19, Rasmi Suwaiti já lutava contra uma leucemia. E cinco dias depois de hospitalizada, ela veio à óbito.

Publicidade

Pour accompagner sa mère atteinte du COVID-19, Jihad Al-Suwaiti grimpait le mur de l’hôpital de Hébron en Cisjordanie…

Gepostet von AJ+ français am Sonntag, 19. Juli 2020

Reconhecimento

A atitude de Jihad Al-Suwait rendeu inúmeros elogios pelo mundo à fora. Integrante de programas da ONU, o libanês Mohamad Safa, exaltou o gesto do rapaz. “O filho de uma mulher palestina que foi infectada com a covid-19 escalou até o quarto dela no hospital, para sentar e vê-la todas as noites, até que ela faleceu”, registrou Safa.

Publicidade

Pandemia pelo mundo

Avassaladora, a pandemia do coronavírus segue registrando números elevados pelo mundo. No último balanço divulgado, o número pessoas que já contraíram ou que estão com o vírus ultrapassa a casa dos 14 milhões. O número de óbitos supera os 610 mil, com Estados Unidos, Brasil e Índia figurando como os principais epicentros.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade