in

Mulher diz que o marido morreu de Covid-19, mas ela só encontrou o corpo quatro meses depois

A cidade encarou um surto de coronavírus e foram tantos mortos que não teve como sepultar todos.

MSN

No Equador, a cidade de Guayaquil encarou um surto de coronavírus, a população ficou desesperada e os profissionais da área de saúde tentavam socorrer a todos, o que acabou ficando impossível devido ao grande número de pacientes.

Publicidade

Além dos hospitais, cemitérios e necrotérios entraram em colapso. O número de mortos não parava de aumentar e, por isso, os corpos começaram a ser acumulados nas ruas, mas não havia ninguém para recolhê-los e muito menos para onde levá-los.

As autoridades foram pressionadas para que encontrasse uma saída e dezenas de cadáveres sem identificação foram levados para contêineres e os familiares e amigos tiveram que vagar por entre esses corpos na esperança de encontrar o ente querido.

Publicidade

Tudo isso aconteceu em março, mas até hoje muitas pessoas não conseguiram encontrar os familiares mortos. Ontem o Laboratório de Criminalística da Polícia Nacional e Investigações conseguiu entregar mais algumas dezenas de corpos.

Publicidade

Mas ainda há cerca de 100 corpos em estado de decomposição aguardando que alguém possa identificá-los, mas isto hoje só poderá ser feito através de testes de DNA.

Publicidade

Silvia Guzmán estava há quatro meses procurando pelo marido, Félix Merchán e só agora finalmente conseguiu identificar o corpo. Ela contou que o marido ficou doente de uma hora para outra, passou a ter dificuldade para respirar e foi levado a vários hospitais, mas devido à superlotação, não conseguiu vaga para ser internado.

Quando finalmente o homem foi recebido por um hospital, ficou sentado na emergência, já que não haviam leitos. Ele morreu nos braços da esposa e o corpo foi retirado imediatamente para evitar o contágio e Silvia não conseguiu mais encontrar o corpo do marido.

Ela ficou quatro meses atrás do corpo do marido até que finalmente conseguiu localizá-lo. No dia 16 deste mês, Silvia finalmente pode sepultá-lo no Cemitério Municipal Ángel María Canals, em Guayaquil.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br