in

Pai cuida do filho há 18 anos e vende tudo para vê-lo vivo: ‘Era a vida dele ou as contas’

Há 18 anos, Luiz Antônio Azevedo, 65, dedica a maior parte do seu tempo nos cuidados com o filho. Vaquinha online é realizada.

UOL

Luiz Antônio Azevedo, hoje com 65 anos de idade, há 18 anos tem uma missão maior na vida: cuidar do próprio filho. Danilo, desde 2002, sofreu um acidente na casa de amigos e chegou quase morto ao hospital. O tratamento com o rapaz é caro e demanda total disponibilidade a ele. Então o pai de Danilo faz o que pode e o que não pode para dar uma vida digna para o jovem.

Publicidade

“Ele estava na casa de amigos quando me ligaram e disseram que ele havia desmaiado. Até hoje não sei o que ocorreu, mas ele teve anoxia cerebral (falta de oxigênio no cérebro que resulta em danos irreversíveis). Demorou apenas 11 minutos para chegar ao hospital e já chegou praticamente morto”, lembrou o pai, que, aos poucos, precisou vender praticamente tudo para cuidar do filho. 

Vaquinha tenta ajudar pai e filho que perderam a casa para custear tratamento

Antes do acidente, Danilo estudava Jornalismo. Ele era um rapaz bonito e alto. Com 1,85 m trabalhava como modelo e havia até sido chamado para participar de uma novela. Infelizmente, os sonhos dele foram interrompidos e hoje ele continua acamado.

Publicidade

Com o tempo, ele foi atrasando parcelas do IPTU e outros impostos. A justiça não perdoou os atrasos e colocou o imóvel a leilão. Atualmente, a família procura outro lugar para morar. O despejo só não aconteceu ainda em virtude da pandemia. Luiz Antônio não se arrepende da escolha que fez. 

Publicidade

“Era a vida dele ou as contas”, lembrou o pai, que agora tenta fazer uma espécie de vaquinha online, cujo objetivo principal é arrecadar R$ 200 mil. A vaquinha pode ser acessada pelo site ‘Vakinha.com’ e, até o momento, arrecadou apenas R$ 1.700. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.