Homem se passava por mulher para conseguir fotos de crianças, mas acabou se dando mal

O sujeito entrava em contato com mães e oferecia dinheiro ou presentes para ter as fotos.

PUBLICIDADE

Um homem de 39 anos foi preso pela polícia de Guarulhos, na Grande São Paulo, acusado de armazenar fotos de criança e agora terá que responder perante à Justiça. O acusado é casado, pai de dois filhos e a polícia informou que ele chegava a oferecer dinheiro e até mesmo celulares para que as mães concordassem em enviar fotos e vídeos dos filhos.

PUBLICIDADE

Uma curiosidade neste caso, é que o sujeito se passava por mulher, acreditando que assim ficaria mais fácil aplicar os seus golpes. De acordo com uma reportagem exibida no SBT, o suspeito chegou a pedir a uma das mães que gravasse um vídeo da filha só de costas.

Quando o homem perguntou à mulher o que a filha dela queria ganhar em troca das imagens, a mãe respondeu: “Se ela pedir um Ipad, você dá?”. O sujeito não pensou duas vezes e foi logo avisando que daria sim o presente solicitado, só que para isso exigiria que fossem realizadas ao menos três filmagens e que deveriam ser feita naquele mesmo dia.

A polícia está investigando, mas acredita que neste caso nada foi entregue às vítimas. Essa não foi a primeira vez que os policiais vasculharam a residência do acusado buscando por material proibido.

No ano passado os agentes foram até o imóvel e durante a revista chegaram a apreender celulares e até computadores. Desta vez os policiais levaram os equipamentos, mas também decidiram que o homem ficará em prisão preventiva, enquanto as investigações prosseguem.

PUBLICIDADE

A delegada Lucia Miranda, responsável por este caso, disse que os familiares das crianças envolvidas também serão investigados, já que os pais têm obrigação de proteger os filhos e não expô-los a situações deprimentes.