in

‘Mulher maravilha’: idosa de 103 anos é curada do coronavírus e até dança ao deixar hospital

Ana Costa Silva estava internada em Castanhal e é a pessoa com mais idade a se recuperar da doença no estado do Pará.

R7

Uma história que vem do Nordeste do Pará acabou tomando conta do país inteiro, em tempos de pandemia. Uma idosa de 103 anos de idade conseguiu se curar da doença. O caso aconteceu no município de Castanhal e virou notícia graças ao portal de notícias G1 nesta quinta-feira, 16 de julho. 

Publicidade

A idosa, chamada de “Mulher Maravilha” pelos profissionais de saúde, chama-se Ana Costa Silva. De acordo com a reportagem do G1, ela seria a pessoa mais idosa a ficar curada da doença. Por conta da força e do apedido que ganhou no hospital, a idosa saiu do tratamento contra o coronavírus usando acessórios da personagem Mulher Maravilha. 

Ao todo foram 23 dias internada em um hospita, no qual a idosa recebeu cuidado ostensivo. Além da Covid-19, ela tinha ainda uma fratura no fêmur. A alta da aposentada foi uma festa.

Publicidade

Profissionais do hospital onde ela estava internada bateram palmas pela sua recuperação. A idosa chegou a comemorar ainda com uma dancinha inusitada e que quer, assim que voltar para casa, voltar a comer farinha e peixe.

Publicidade

Um parente da idosa, identificado como Eduardo Frias, usou as redes sociais para falar sobre o tratamento que a curada do coronavírus recebeu e agradeceu todo o carinho.

Publicidade

Minha avó. Em nome de nossa família, agradeço de alma aos profissionais de saúde do Hospital Magalhães em Castanhal-Pa. que não mediram esforços para mandar minha velhinha pra casa, curada. Tratamento de excelência. Gratidão é a palavra“, disse o parente, grato pela melhora da idosa, que mesmo com a idade avançada é mais uma das curadas da Covid-19. 

Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.