in

Auxílio Emergencial: 4ª parcela começa a ser paga na próxima segunda (20); grupo tem prioridade

Governo Federal gastará mais de R$ 100 bilhões com parcelas adicionais do benefício.

Agência Brasil

O pagamento das parcelas adicionais do Auxílio Emergencial já tem uma data fixada para começar.

Publicidade

A partir segunda-feira (20), beneficiários cadastrados no programa e pertencentes ao Bolsa Família serão contemplados com a primeira parcela adicional. Este grupo tem prioridade e possui um calendário distinto dos trabalhadores que fizeram o cadastro via site ou aplicativo.

O calendário de pagamento para os beneficiários do Bolsa Família seguirá o modelo anterior, se baseando no dígito final do NIS (Número de Identificação Social), iniciando pelo NIS final 1, seguindo assim uma ordem cronológica até o NIS final 0.

Publicidade

O formato de pagamento para os beneficiários do Bolsa Família seguirá o mesmo, com duas parcelas de R$ 600, já liberadas para saque. A quinta parcela para eles será paga entre os dias 18 de 31 de agosto.

Publicidade

“O pagamento do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família seguirá normalmente como foi para as três parcelas anteriores. Sem mudança no calendário e na forma de pagamento”, informou ao G1 o Ministério da Cidadania. 

Publicidade

Calendário e formato diferenciado

Para os demais beneficiários contemplados no programa Auxílio Emergencial, o calendário e formato do pagamento ainda não foram revelados. 

Segundo sinalizou o ministro da Economia, Paulo Guedes, estes brasileiros receberão o montante adicional de R$ 1,2 mil em quatro parcelas em um intervalo de dois meses. Os valores seriam de R$ 500 no início e R$ 100 no término do mês, e posteriormente mais dois pagamentos de R$ 300.

Seguindo o mesmo modelo de pagamento das parcelas anteriores, os beneficiários receberiam o valor na poupança digital, e haveria um calendário diferenciado para saques e transferências, com um hiato maior de dias.

Publicidade
Publicidade