in

Proteja sua família: estes são os lugares com maior risco de contaminação do coronavírus

Alguns estabelecimentos estão reabrindo após o retorno de algumas atividades ter sido liberada.

Divulgação/GauchaHZ

A pandemia do novo coronavírus mudou completamente a rotina da população no mundo. Existe em alguns lugares um risco maior de contaminação. Com a reabertura e a tentativa de retomar as atividades em algumas cidades, é importante saber quais os locais que oferecem maior risco de contaminação do vírus.

Publicidade

Apesar da abertura gradual numa tentativa de retomar a rotina, é fato que o vírus ainda continua circulando ativamente no país. E é justamente por esse motivo que surge a grande dúvida: quais são os lugares com maior risco de contaminação do coronavírus?

Para ajudar a responder essa pergunta, profissionais de saúde da Associação de Medicina do Texas se uniram ao Comitê de Doenças Infecciosas dos Estados Unidos para conseguir responder esses questionamentos.

Publicidade

Os médicos fizeram um relatório no qual os profissionais fizeram algumas classificações para ajudar na identificação usando uma escala numerada de 1 a 8. A classificação de número 1 indica baixo risco e a 9 indica alerta máximo em que a atividade tem um alto potencial de contaminação.

Publicidade

A pesquisa foi realizada considerando que independente da atividade exercida os participantes estejam tomando todas as precações de segurança. Os médicos avaliaram vários cenários, como a ida a um supermercado até um simples passeio de uma hora no parque.

Publicidade

Atividades que antes eram corriqueiras como a ida ao cabeleireiro e se alimentar em um restaurante, hoje apresentam risco moderado alto para contaminação do vírus. As que oferecem maior possibilidade de contágio são: cinemas, academias, bares, shows e cultos ou missas que tenham mais de 500 pessoas.

Risco baixo (classificação 1 e 2)

São consideradas com baio risco de contaminação para Covid-19: pedir comida em restaurante (2), abrir correspondência (1), abastecer veículo (2)

Risco baixo moderado (classificação 3 e 4)

Fazer compras em supermercados (3), jogar golf (3), corrida, caminhada e andar de bicicleta (3), hospedagem em hotel (4), aguardar atendimento na sala de espera de um consultório (4), ir ao centro da cidade (4).

Risco Moderado (classificação 5 e 6)

Jantar na residência de outra pessoa (5), churrasquinho no quintal (5), ir ao shopping (5), nadar em piscina pública (6), enviar as crianças para creche e escolinha (6), visitar amigo ou parente idoso (6).

Moderado alto (classificação 7)

A classificação de risco 7 precisa de mais atenção das pessoas, pois as chances de contágio são maiores. Estão nessa classificação: viagem de avião, ir a casamento ou velório, jogar futebol ou basquete e abraço ou aperto de mão.

Risco alto (classificação 8)

Se alimentar em restaurantes que vendem comida por quilo, parques de diversões, shows de música, ir a estádios, missas ou cultos que tenham mais de 500 pessoas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.