in

Covid-19: bebê nasce infectado e médicos descobrem que o vírus pode ser transmitido através da placenta

O estudo realizado por médicos de um hospital da França foi divulgado na revista Nature e comprovou que os bebês são infectados pela placenta.

Fotomontagem: Vieira Filho

Desde o início da pandemia do coronavírus, inúmeros bebês estavam nascendo contaminados pela Covid-19. Todos eles tinham em comum o fato de suas mães estarem infectadas, o que despertou certa curiosidade na comunidade científica acerca da possibilidade de transmissão da doença por parte das genitoras em relação aos filhos.

Publicidade

Até o momento, preponderavam duas hipóteses sobre o contágio dos bebês, a primeira tinha como base a contaminação no momento do nascimento, a criança teria contato com o vírus no ambiente em que nascia. Já a segunda, partia da ideia de que o coronavírus poderia ser transmitido das mães para os filhos.

Nesta terça-feira (14), de acordo com informações de um estudo publicado na revista Nature, médicos de um hospital localizado na França, conseguiram comprovar a segunda teoria, de que as mães infectadas pelo vírus contaminam os filhos.

Publicidade

Segundo o estudo, a transmissão ocorre através da placenta. Visando ratificar a tese, os médicos testaram o sangue da mãe, que já estava infectada, o do bebê, o da placenta, o do cordão umbilical e o líquido amniótico.

Publicidade

Ao final do estudo, restou comprovado que a mãe, de 23 anos, transmitiu a Covid-19 para o seu filho, recém-nascido. O bebê não só foi contaminado, mas também teve uma infecção no cérebro, tendo que ficar internado na UTI.

Publicidade

Atualmente, mãe e filho já estão se recuperando e passam bem. De forma semelhante às comprovações dos médicos franceses, profissionais da saúde dos Estados Unidos também encontraram resultados parecidos com o do recém-nascido, a placenta de uma bebê continha traços de inflamação e coronavírus.

Publicidade