in

Bolsonaro registra crescimento de apoio em todo o Brasil, aponta pesquisa

Pesquisa mostra que pessoas que querem que Bolsonaro continue na presidência saltou de 38% para 42%.

Câmara dos Deputados

O presidente Jair Bolsonaro havia parado de conversar com apoiadores na saída do Palácio do Planalto mesmo antes de testar positivo para a Covid-19. Com a doença causada pelo novo coronavírus, Bolsonaro está em quarentena e se manifesta apenas pelas redes sociais.

Publicidade

Sem a conversa com apoiadores, Bolsonaro reduziu o número de polêmicas com as quais se envolvia. Nas paradas de manhã e à tarde em frente ao Palácio do Planalto, o presidente também costumava falar com a imprensa. Foram nesses momentos que Bolsonaro criou diversas polêmicas nos últimos meses.

Sem entrevistas e, consequentemente, sem polêmicas, a imagem de Bolsonaro parece estar melhorando. Pelo menos é o que aponta levantamento feito pelo Poder360. A pesquisa realizada entre os dias 6 a 8 de julho ouviu 2.500 pessoas, por meio de ligações feitas para telefone fixo e celulares, em 512 cidades dos 26 estados e do Distrito Federal.

Publicidade

Apoio a Bolsonaro cresce

A pesquisa realizada entre os dias 6 e 8 de julho mostra que 47% acham que Bolsonaro não deve continuar como presidente da República, enquanto 42% acham que Bolsonaro deve continuar à frente do Executivo. Os números são melhores do que os alcançados na pesquisa realizada entre os dias 22 e 24 de junho.

Publicidade

O levantamento anterior mostrou que 52% acham que Bolsonaro não deveria continuar, enquanto 38% achavam que ele deveria permanecer como presidente da República. A mudança de postura de Bolsonaro nos últimos dias parece ter ajudado o presidente a melhor um pouco a sua imagem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!