in

Ex-ministro da Saúde, Mandetta projeta vários surtos de Covid-19 no Brasil depois de setembro

Luiz Henrique Mandetta concedeu entrevista à GloboNews e falou sobre a pandemia do novo coronavírus.

Agência Brasil

Ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta concedeu entrevista a GloboNews, neste domingo (12), e falou sobre a pandemia do novo coronavírus. Mandetta foi demitido do cargo de ministro em abril, após atritos com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Publicidade

Desde o início da pandemia, Bolsonaro demonstrava preocupação com a economia e apostava as suas fichas na hidroxicloroquina. Depois de atritos públicos, Mandetta, que defendia o isolamento da população e questionava o uso da cloroquina no tratamento, acabou sendo mandado embora.

Nelson Teich, seu substituto, ficou no cargo por um mês e pediu para sair. Desde a saída de Teich, em maio, o general Eduardo Pazuello assumiu o comando interino da pasta e segue no comando até o momento. Bolsonaro é criticado por não oficializar um novo ministro da educação desde que Teich saiu.

Publicidade

Mandetta analisa crise da Covid-19 no Brasil

Na entrevista ao canal GloboNews, Mandetta afirmou que a partir de setembro deve acabar a frase crítica da contaminação. “Acho que vamos ver essa primeira fase assim, essa epidemia maior, depois pequenos brotos (surtos) em vários locais, mas com essa vida nesse novo normal”, explicou Mandetta.

Publicidade

O ex-ministro também disse que algumas situações, como shows lotados e idosos em um cruzeiro na costa brasileira, devem demorar mais para acontecer. Segundo ele, a chegada da vacina, no primeiro semestre do ano que vem, deve colocar acabar também com os pequenos surtos. O mundo todo aguarda a criação de uma vacina ansiosamente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!