in

Igreja de Edir Macedo, Universal é alvo da polícia em Angola, que procura até cofre em fundo falso

Os policiais apreenderam computadores, câmeras de segurança, livros da contabilidade e documentos bancários.

UOL / Reprodução

A Polícia Nacional de Angola fez nesse final de semana ações em uma operação de busca e apreensão em endereços ligados à Igreja Universal do Reino de Deus em Angola. Há meses, a situação dos templos no país é problemática e, segundo a igreja fundada por Edir Macedo, ela estaria sendo alvo do que chama de perseguição religiosa. 

Publicidade

O SIC (Serviço de Investigação Criminal), uma espécie de Polícia Federal e, Angola, no entanto, apreendeu diversos itens na operação, como documentos, livros de contabilidade e computadores. Além disso, os investigadores procuraram até em fundos falsos de parede afim de achar dinheiro escondido. 

A principal suspeita da polícia angolana é que a Igreja Universal do Reino de Deus estaria usando a atividade religiosa para cometer crimes, como lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A Record TV chegou a dar a informação sobre a investigação, mas em uma reportagem fala que as buscas teriam sido em mais de 20 casas e efetuadas por cerca de 80 policiais. 

Publicidade

Situação em Angola para a Universal do Reino de Deus é preocupante

Pelo menos 30 templos que eram da Universal viraram dissidentes à igreja de Edir Macedo, após acusarem a Universal de crimes. Alguns brasileiros e até angolanos teriam sido alvo de violência, após as invasões dessas igrejas por pastores que deixaram a Igreja de Macedo, mas decidiram retornar aos templos para fundar uma nova religião. 

Publicidade

A violência contra parte dos fiéis foi confirmada pelo embaixador Paulo Franco de Carvalho Neto, que está no país desde o ano de 2016. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.