in

Caso Madeleine: após evidências, polícia inicia buscas em poços e caso pode ter desfecho trágico

A operação acontece próximo à Praia da Luz, local do desaparecimento de Madeleine.

Montagem Ingrid Machado

O desfecho sobre o caso do desaparecimento de Madeleine McCann pode estar perto de acontecer. A menina foi dada como desaparecida no ano de 2007 quando estava na companhia dos pais em um hotel na Praia da Luz, no sul de Portugal. Os pais de Mad jantavam junto à um casal de amigos, que revezavam rondas para saberem se as crianças dormiam bem nos quartos.

Publicidade

Em uma dessas rondas, perceberam que a menina não estava no local. Uma intensa busca que contou com a polícia local, familiares e voluntários teve início. Porém, Madeleine jamais foi localizada. Os pais da menina chegaram a serem apontados pela polícia como suspeitos do desaparecimento, porém, a hipótese foi descartada.

No último mês de junho, o promotor alemão Hans Christian Wolters, responsável pelo caso, enviou uma carta à família da menina, afirmando que havia indícios suficientes para afirmar que Madeleine estaria morta. A polícia da Alemanha apresentou um suspeito identificado como Christian Brückner, um alemão de 42 anos já detido por crimes sexuais.

Publicidade

Na última sexta-feira (10), a polícia de Portugal iniciou uma operação de buscas pelo corpo de Madeleine após ter acesso à fundamentais evidências. A movimentação da polícia ocorre em poços da Vila do Bispo, no município de Algarve, que fica a 20 minutos de carro da Praia da Luz, onde McCann desapareceu há 13 anos.

Publicidade

De acordo site Daily Mail, a emissora estatal portuguesa RTP afirmou que a polícia de Portugal teria tido acesso à provas fundamentais que comprovariam que Christian Brückner seria o verdadeiro responsável pelo desaparecimento da menina. O suspeito ainda pode estar envolvido no desaparecimento de outra criança em Portugal.

Publicidade
Publicidade