in

Covid-19: estudo mostra que vacina para tuberculose pode ajudar na luta contra o coronavírus

Estudo aponta que vacina para tuberculose pode reduzir a letalidade da Covid-19

EXAME

Em meio à pandemia da Covid-19, pesquisadores do mundo inteiro têm corrido contra o tempo para encontrar maneiras de erradicar a doença. Segundo estudo publicado pela revista científica PNAS, é possível que a vacina para tuberculose, mais conhecida como BCG (Bacillus Calmette-Guérin), ajude na luta contra o coronavírus.

Publicidade

Conforme analisado por cientistas americanos, a BCG pode reduzir o risco de mortalidade pela Covid. Para chegar a essa teoria, os pesquisadores compararam o nível de letalidade em estados americanos, que não possuem ampla cobertura da vacina, com lugares em que as campanhas de vacinação contra a tuberculose são altas, como o próprio Brasil.

Descobrimos que a mortalidade da Covid-19 nos estados de Nova York, Illinois, Louisiana, Alabama e Flórida (não-vacinados) era significativamente maior que em estados de países que aplicam a BCG (Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo, no Brasil)“, afirmaram os estudiosos.

Publicidade

A publicação, no entanto, associa a vacina apenas com uma possível mortalidade mais baixa, e deixa claro que ainda é cedo para falar se a BCG pode ajudar na prevenção contra o novo coronavírus.

Publicidade

Estudos sobre a vacina BCG contra a Covid-19 ainda estão em fase inicial

Um outro estudo recente sobre a BCG, do Instituto de Tecnologia de Nova York, ainda indicou que os países mais vacinados contra a tuberculose estão entre os menos afetados pelo coronavírus. Apesar disso, essas pesquisas ainda estão em fase inicial e apresentam falhas.

Publicidade

O Brasil, por exemplo, é um dos países em que a vacina é mais acessível. Mesmo assim, é o segundo lugar mais infectado com a doença no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade