in

Bolsonaro toma dura decisão sobre Auxílio Emergencial: ‘Brasil não aguenta pagar’

Presidente fez duro pronunciamento ao falar sobre Auxílio Emergencial e fez pedido urgente.

Flickr Alan Santos / Caixa

O Auxílio Emergencial já foi renovado. O Governo Federal está usando este instrumento para socorrer as famílias que perderam suas rendas por conta da pandemia pelo coronavírus, mas segundo o presidente da República, Jair Bolsonaro, o país não vai aguentar pagar novos Auxílios, caso os governadores não anunciem logo a reabertura dos comércios.

Publicidade

Em seu pedido junto aos demais mandatários eleitos, Bolsonaro foi direto no alerta: “O governo criou o auxilio emergencial de R$ 600. Mas o governo não tem como manter esse auxilio por muito tempo. Por mês custa R$ 50 bilhões. Não podemos nos endividar tanto assim. Espero que os senhores governadores e prefeitos comecem a abrir o comercio o mais rápido possível, caso contrário os problemas vão se agravar e muito no Brasil”.

Ainda na mesma abordagem, o presidente deu uma boa notícia, segundo ele, a economia começou a dar sinais de melhora, chegou a fazer menção ao fato de a Bolsa de Valores ter retomado os 100 mil pontos que tinha antes do começo da pandemia.

Publicidade

Bolsonaro reforçou que há sinais de melhora na economia, mas refez o pedido de que prefeitos e governadores devem, dentro das possibilidades de cada um, começar a reabrir o comércio. O presidente ainda apontou a sinalização de que não deve criar novos Auxílios, já que o Governo não teria condições de arcar com outras parcelas.

Publicidade

Números de casos de Covid-19 no Brasil

Os números mais recentes até o momento desta matéria apontavam que o país tinha um total de 1.804.338 casos confirmados, com 70.524 vítimas fatais e 1.185.596 de pessoas que conseguiram se recuperar.

Publicidade

No mundo já são mais de 12 milhões de casos confirmado e o número de óbitos chega a quase 600 mil, apontando que o Brasil tem mais de 10% dos casos fatais no mundo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.