in

Auxílio Emergencial: Caixa divulga calendário completo para saque em dinheiro do benefício

Caixa Econômica segue realizando os pagamentos do programa criado pelo governo federal.

Globo

Responsável por realizar os pagamentos do Auxílio Emergencial para milhões de brasileiros, a Caixa Econômica Federal divulgou na noite da última quinta-feira (09), um calendário trazendo datas para saques do benefício em seus quatro lotes. O cronograma para a retirada dos R$ 600 se inicia no próximo dia 18 de julho, para pessoas nascidas em janeiro, e se encerra no dia 19 de setembro, para nascidos no último mês do ano.

Publicidade

Todos os detalhes dos pagamentos foram anunciados em uma coletiva virtual realizada pelo vice-presidente da Rede Varejo da Caixa Econômica Federal, Paulo Henrique Angelo Souza, nas redes sociais do banco estatal.

Segundo a Caixa, este calendário para saque abrange 45 milhões de beneficiários que se inscreveram no programa pelo site ou pelo aplicativo, além dos que estão inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do governo federal.

Publicidade

Calendário diferenciado

Para os beneficiários que são integrantes do programa Bolso Família, o cronograma de pagamento é distinto, e se baseia no número final do NIS. A exemplo do pagamento de outras parcelas, os brasileiros que fazem parte deste programa deverão ter prioridade no recebimentos das parcelas adicionais do Auxílio Emergencial.

Publicidade

Lotes diferenciados

De acordo com a Caixa, o Auxílio Emergencial está dividido em quatro lotes. O primeiro conta 31 milhões e integra as primeiras pessoas que tiveram o cadastro aprovado, estes estão recebendo a terceira parcela.

Publicidade

O lote 2 é composto por 8,7 milhões de brasileiros, que receberam a primeira parcela no mês de maio e estão recebendo a segunda parcela. Já o lote 3 conta com 5,2 milhões e paga a primeira parcela, enquanto o lote 4 fecha com 1 milhão de pessoas, estas que receberam a primeira parcela do auxílio no fim de junho.

  • Lote 1: aprovados em ABRIL
  • Lote 2: aprovados em MAIO
  • Lote 3: aprovados no INÍCIO DE JUNHO
  • Lote 4: aprovados no FINAL DE JUNHO

Indefinição

Apesar de ter oficializado a extensão do programa, o governo federal ainda não definiu com as parcelas adicionais serão pagas. De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, a intenção do governo é pagar o montante de R$ 1.200 em quatro pagamentos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade