in

Bilhete salva mulher em cárcere privado por 8 anos no Rio de Janeiro: ‘Não tenho como sair’

A Polícia Civil do Rio prendeu ontem um homem suspeito de manter a mulher em cárcere privado por oito anos.

UOL

Nesta quarta-feira, 8 de julho, um homem acabou sendo preso, acusado de manter uma mulher por oito anos em cárcere privado no Rio de Janeiro. As informações são do portal de notícias UOL, que revelou que um bilhete teria sido responsável por salvar a vida da vítima. O caso é investigado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher.

Publicidade

Mulher envia bilhete pedindo socorro

A mulher teria escrito o bilhete e usado o celular de um dos filhos para fotografá-lo. Com o celular do filho, ela enviou a foto do bilhete para um advogado, narrando o que acontecia com ela e todo o medo que tinha do esposo, que a impediria de ser livre.

Para outro filho, a mulher contou que não estava podendo falar com ele por meio do WhatsApp e identifica o homem que a mantém refém como Henrique. A vítima diz que Henrique fica o tempo todo atrás dela e que realiza ameaças constantes. “Impossível do meu filho não ver e nem ouvir. Nem mesmo os vizinhos”, diz a mulher sobre o assunto.

Publicidade

A vítima conta ainda que chegou a fazer uma denúncia por telefone, mas que a investigação teria resolvido que ela deveria aparecer presencialmente em uma delegacia para conseguir concretizar a denúncia. “Não tenho como sair, estou completamente sendo torturada psicologicamente, moralmente e passando por constrangimentos horríveis”, diz a mulher, no bilhete em que pede o socorro.

Publicidade

O homem tem 49 anos de idade e foi preso em flagrante. A mulher ficava em um canto da casa e só falava quando ele deixava. Apenas após a prisão do criminoso, ela contou o que acontecia com ela, com detalhes, aos oficiais.

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.