in

‘Se não é Isis Helena, então quem é?’: advogado é questionado após laudo mostrar que corpo enterrado não é da bebê

Reportagem exibida no Cidade Alerta, da RecordTV, trouxe novidades no caso da menina.

RecordTV / Montagem: Ghean Fernandes

Na última quarta-feira (9), o Cidade Alerta, da RecordTV, trouxe novidades sobre o Caso Ísis Helena e exibiu reportagem exclusiva dizendo que um laudo teria apontado que o corpo enterrado não seria da bebê. Diante da reviravolta, o advogado de defesa de Jennifer, mãe da menina, concedeu entrevista ao jornalístico e respondeu à perguntas da repórter Grace Abdou.

Publicidade

Cerca de quatro meses após Jennifer ser presa e confessar que teria matado Ísis Helena, além de apontar o local onde a bebê teria sido enterrada, a defesa da mãe da menina divulgou um laudo apontado que a ossada encontrada não seria de Ísis Helena.

O novo advogado de Jennifer contou, em entrevista ao programa de Luiz Bacci, que sua cliente teria sido torturada e obrigada a confessar o crime, alegando ainda que o tamanho dos ossos, formato do crânio e dentes do corpo enterrado não seriam compatíveis com o da bebê.

Publicidade

Diante da afirmação do advogado, a repórter do Cidade Alerta questionou sobre a identidade do cadáver encontrado pela polícia após indicação de Jennifer. ‘Se não é Ísis Helena, então que é’?, perguntou Grace Abdou.

Publicidade

Prontamente, o advogado de Jennifer afirmou que o questionamento deveria ser respondido pelo Ministério Público, que acusa a mãe de Ísis Helena de homicídio qualificado. A repórter insistiu em saber como Jennifer teria indicado o local, se teoricamente ela não teria matado e enterrado a bebê.

Publicidade

Sem citar nomes, a defesa da acusada voltou a dizer que sua cliente foi coagida e que ninguém garantiria que o local não teria sido dito à Jennifer por uma terceira pessoa. “Não posso dizer que foi a Polícia Civíl, alguém colocou o corpo lá’. afirmou o advogado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade