in

O que os cientistas sabem sobre o tratamento brasileiro que pode ter eliminado o vírus da Aids de um paciente

Pesquisadores brasileiros podem ter conseguido encontrar caminho para cura da Aids.

AraraquaraNews

A possível cura para Aids pode ter sido descoberta e essa seria uma das melhores notícias dos últimos tempos na comunidade científica. Afinal de contas, os pesquisadores do mundo todo trabalham há anos em busca da cura dessa enfermidade, que já matou milhares de pessoas ao redor do mundo.

Publicidade

Um paciente de 34 anos, brasileiro, que contraiu HIV no ano de 2012 foi submetido a uma nova terapia experimental, que foi muito bem sucedida até o momento. O tratamento eliminou o HIV do corpo do paciente brasileiro, que já não mostra sinais do vírus há mais de um ano depois de ter passado pela terapia. A condução da pesquisa ficou a cargo da Unifesp – Universidade Federal de São Paulo e foi apresentada nesta terça-feira, 7 de julho, durante uma conferência internacional.

Esse é o terceiro caso na história em que existe a eliminação do vírus descrita, mas, caso realmente seja confirmado o fato, vai ser a primeira vez que acontece em um adulto que não tenha passado por um transplante de medula óssea ou células-tronco.

Publicidade

O paciente brasileiro estava usando uma combinação de três medicações padrão que fizeram o vírus ser suprimido. Contudo, desde o ano de 2015 ele começou a receber novos medicamentos. O intuito é aumentar a capacidade do sistema imune de eliminar o vírus. O trabalho foi coordenado pelo especialista Ricardo Diaz.

Publicidade

A notícia é ótima, porém ainda é um pouco cedo para ser comemorada como a cura da Aids, já que o vírus, em tese, pode voltar a aparecer e o mesmo êxito pode não ocorrer com um grupo considerável de indivíduos. Na conferência também foi anunciada uma pesquisa extremamente importante no que tange a prevenção da doença, uma injeção de uma medicação experimental que tem demonstrado bons resultados.

Publicidade
Publicidade