in

Vítima de ódio após coronavírus, Bolsonaro e família desejaram ‘infarto’ de Dilma e morte de Temer

Filhos do presidente apontam “discurso de ódio” contra o pai nas redes sociais após ele contrair o coronavírus.

Globo / Montagem

Nesta terça-feira, 7 de julho, o presidente Jair Bolsonaro confirmou que está com coronavírus. Não demorou muito e campanhas de ódio contra o político começassem nas redes sociais. Uma das tags mais postadas nas redes sociais era ‘Força Covid’, tendo brasileiros interessados em como a doença possivelmente seria ou não capaz de matar o presidente.

Publicidade

É claro que esse tipo de ódio sempre chama a atenção. Alguns apoiadores e até filhos do presidente, como o vereador Carlos Bolsonaro, usaram seus perfis nas redes sociais para pedirem compaixão.

Em 2015, Bolsonaro desejou morte cruel para Dilma Rousseff

“A imensa quantidade de pessoas pedindo a morte do chefe do Executivo neste momento deveria ser motivo de solidariedade imediata dos líderes dos outros poderes, mas o que vemos novamente é a seletividade da indignação e ninguém chama os tais “desumanos” de robôs. Não terão êxito!”, disse Carlos por meio das redes sociais ao falar sobre o tema. Carlos, aliás, chegou a desejar a “morte de Temer” no passado.

Publicidade

No entanto, no passado, o hoje presidente Bolsonaro também já agiu parecido. Em 2015, por exemplo, como lembra uma matéria publicada pelo portal de notícias Terra, o então deputado federal chegou a desejar uma morte cruel para a ex-presidente Dilma Rousseff. O desejo para lá de macabro ocorreu instantes antes do chamado rito do impeachment, que acabou definindo a deposição da petista.

Publicidade

Na época, Jair Bolsonaro desejo um “infarto ou câncer” para tirar a vida de Dilma Rousseff. A sucessora de Luiz Inácio Lula da Silva, pouco antes de assumir à presidência, chegou a ter um câncer e até a ficar careca com o tratamento.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.