in

Aumento de infecções da Covid-19 exige nova quarentena em Melbourne, 2ª maior cidade da Austrália

Melbourne tem novo surto de coronavírus e volta adotar confinamento obrigatório na segunda maior cidade do país.

G1/Foto: William West/AFP

Publicidade

O coronavírus castiga Melbourne, na Austrália, nas últimas semanas. Diante da situação alarmante, as autoridades locais anunciaram, nesta terça-feira (7), o retorno da quarentena que alcançará cinco bilhões de pessoas. Essa precaução foi tomada no dia seguinte que os domínios resolveram isolar o estado de Victoria, onde fica situada Melbourne; tudo isso, para tentar barrar a propagação do vírus causador a doença Covid-19.

Publicidade

As autoridades de Melbourne já haviam colocado doze bairros em quarentena nos últimos dias, por causa da alta de casos do coronavírus no estado de Victoria. A medida enérgica de forçar o isolamento à toda população foi adotada após o número de casos de pessoas contaminadas pelo coronavírus ter disparado. A flexibilização culminou em novos casos da doença, nas últimas 24 horas, mais de 190 casos de cidadãos confirmados com Covid-19 já foram contabilizados na cidade.

Publicidade

Publicidade

Daniel Andrews, primeiro-ministro, constatou que o retorno da quarentena não será tarefa fácil, mas concluiu que o grande número de casos ‘não podem continuar’. A decisão de retornar com a nova quarentena em Melbourne entrará em vigor à meia-noite da próxima quarta-feira dia (8), e deve durar aproximadamente seis semanas.

A reabertura dos bares, lojas e restaurantes, inclusive a volta às aulas, estão suspensas novamente. Os estudantes voltarão a ter aulas online, os restaurantes só poderão trabalhar com entregas. Segundo o site MSN, os militares irão vigiar as fronteiras com a Nova Gale do Sul, que serão fechadas a partir da meia-noite desta terça-feira dia (7).

Em Victoria, o ministro Daniel Andrews disse que a decisão tomada para enfrentar o desafio e tentar conter o coronavírus foi um dos passos mais inteligentes e corretos neste momento crítico que o país está vivendo. Com 6,6 milhões de habitantes, Victoria é o segundo estado mais populoso do país e tem que voltar ao regime de confinamento segundo o primeiro-ministro Daniel Andrews.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Valeria Soares

Aqui você fica por dentro de tudo que acontece no mundo dos famosos e muito mais.