in

Brasília em quarentena: possível positivo para coronavírus de Bolsonaro leva caos aos bastidores

O chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, e outros políticos podem entrar em quarentena.

Veja

Nesta segunda-feira, 6 de julho, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, fez um teste para o coronavírus e aguarda o resultado da contraprova. O político está com sintomas da doença, como febre de 38º C. Isso fez com que existisse um alerta em Brasília e todo o Planalto está na expectativa para entrar ou não em quarentena. 

Publicidade

Ministros, secretários: Planalto deve entrar em quarentena, caso coronavírus de Bolsonaro seja comprovado

Seguranças, assessores da equipe direta do presidente e auxiliares do político vão ter que entrar em quarentena, caso o resultado se comprove. O site da revista Veja, em matéria publicada nesta terça-feira, 7 de julho, cita ainda o chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, como aqueles que devem entrar em quarentena por conta da doença. 

A chamada “quarentena forçada” pode ocorrer meses depois do presidente praticamente ignorar a Covid-19. Recentemente, ele assinou com diversos vetos uma lei que obriga o uso de máscara de proteção nas ruas e outros estabelecimentos. Nos próximos dias, o Planalto deve fazer uma contingência, em virtude da possível confirmação da doença. 

Publicidade

Uma fonte do Planalto confirmou a informação da Veja. “Se confirmado, não só os seguranças e comitiva (Bolsonaro foi a Santa Catarina sobrevoar cidades afetadas pelo ciclone), mas todos que tiveram contato com ele ultimamente. É protocolo”, explicou a fonte ao falar com a Veja. 

Publicidade

Segundo a TV Bandeirantes, o primeiro teste do presidente já teria dado positivo. A contraprova tem previsão para sair ao meio dia. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.