in

‘Cidadão não’: engenheiro que discutiu com fiscal da prefeitura recebeu auxílio emergencial do governo

O engenheiro civil de 43 anos, morador de Jacarepaguá, que intimidou e ameaçou o superintendente da prefeitura.

Extra

Neste domingo, 5 de julho, o Fantástico, da TV Globo, exibiu uma reportagem sobre os bares lotados do Rio de Janeiro. Em dado momento, duas pessoas hostilizam um fiscal da prefeitura do Rio de Janeiro. Tudo porque o fiscal, identificado como Flávio Graça, tentava impedir as aglomerações excessivas em tempos de pandemia de coronavírus. 

Publicidade

O site do jornal carioca Extra repercutiu o caso. O fiscal tenta chamar a atenção do engenheiro civil e ouviu da mulher que estava ao seu lado. “Cidadão, não. Engenheiro civil formado e melhor que você”, disse ela ao falar com o fiscal da prefeitura. 

Segundo o site do jornal carioca Extra, o tal engenheiro mora em Jacarepaguá e está na lista das pessoas que recebeu o auxílio emergencial do governo federal. Ele estaria desempregado e recebeu as três parcelas de R$ 600 pagar até o momento. Existe uma possibilidade das pessoas que receberam o auxílio continuarem a receber o benefício por mais três meses, mas os valores serão outros. 

Publicidade

Segundo o jornal Extra, o engenheiro civil retirou pelo menos a primeira parcela do auxílio emergencial, ainda no mês de maio. Não está revelado no portal de transparência da Controladoria Geral da União se o homem das imagens já teria recebido outras duas parcelas. 

Publicidade

Após a repercussão do caso, o homem que se dizia de direita e anti-esquerda nas redes sociais, decidiu apagar todos os perfis.  Na descrição do Twitter, ele se apresentava como “conservador”. A mulher que acaba aparecendo nas imagens foi demitida de uma empresa de energia elétrica. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.