in

Família é devastada pela Covid-19: pai, mãe e filha morreram no período de duas semanas

Filha não tinha comorbidades e morreu sem saber do falecimento da mãe.

Arquivo Família Nascimento

A Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, já matou mais de 65 mil pessoas em todo o Brasil – no mundo, os óbitos passam de meio milhão. Por trás da frieza dos números há histórias de vida muito tristes. Uma dessas histórias vem da cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte.

Publicidade

A família nascimento foi devastada pelo novo coronavírus. Neste domingo (5), faleceu a professora Francisca Katiane Nascimento, de 37 anos. Ela ficou internada durante dez dias em um hospital particular de Natal. Katiane morava no bairro Pajuçara, zona norte da cidade.

Katiane foi a terceira pessoa da família a morrer por causa da Covid-19. Antes dela, haviam morrido o pai, o motorista Francisco Canindé Nunes do Nascimento, e a mãe, a professora Maria Francisca Nunes do Nascimento, que morreu sem que a filha tivesse conhecimento.

Publicidade

Família Nunes é devastada pela Covid-19

No dia 21 de junho, dona Maria Francisca, de 59 anos, foi internada com sintomas da Covid-19. No mesmo dia, Canindé do Rosário, como seu Francisco era conhecido, também apresentou sintomas da doença causada pelo novo coronavírus. Ele tinha 60 anos. Tudo aconteceu muito rápido.

Publicidade

No dia 23, Canindé faleceu. Dois dias depois, com o pai morto e a mãe internada, Katiane apresentou os sintomas e também foi para o hospital. No dia seguinte, dona Maria faleceu. A filha estava muito fraca e os médicos resolveram não contar sobre o ocorrido.

Publicidade

Sem comorbidades, Katiane ficou 10 dias internada e morreu sem saber da morte da mãe. Fernando Xavier, afilhado de Maria Francisca, falou sobre a morte da família em entrevista à InterTV, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte, e criticou as pessoas que não levam a Covid-19 a sério.

“Eram pessoas muito especiais, madrinha Nina era uma professora séria, mas quem a conhecia sabia do coração de manteiga derretida que ela tinha. Seu Canindé também era uma pessoa que todo mundo gostava. E Katiane, a gente avistava de longe só pelo sorriso e também pela voz marcante, já que ela cantava na igreja”, afirmou, dizendo que morte deles é triste e assustadora. Da família Nascimento ficam Silvia Lya e Francisca Ticiane, filhas do casal Maria e Canindé e irmã de Katiane.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!