in

Briga por uso de máscara acaba resultando em morte de motorista de ônibus

Motorista de 50 anos foi agredido por um grupo de pessoas que queria entrar no veículo sem máscara.

UOL

Um motorista de ônibus teve morte cerebral decretada nesta segunda-feira (06), na França. O homem de 50 anos foi vítima de um ataque brutal após não permitir que um grupo de pessoas entrassem no veículo por não estarem utilizando máscaras. A utilização do equipamento de proteção individual é obrigatório nos transportes públicos do país para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Publicidade

O caso aconteceu no último domingo (05), na cidade de Bayonne, sudoeste da França. Um dos agressores foi detido, enquanto os demais ainda estão foragidos, informou à AFP uma fonte policial. Por conta do ataque covarde, vários motoristas da região paralisaram o serviço de ônibus nesta segunda-feira (06), em protesto.

Segundo informações, o grupo tentou subir no ônibus sem pagar a passagem e nem usar máscaras. Vendo a cena, o motorista de 50 anos tentou impedir a entrada das pessoas no veículo, mas foi rebatido foi vários socos, que culminaram em uma grave lesão na cabeça.

Publicidade

Ferido, o homem foi levado para o hospital inconsciente e teve a sua morte cerebral decretada nesta segunda-feira (06).

Publicidade

Números da Covid-19 na França

No último balanço divulgado, a França aparecia com mais de 166 mil infectados pelo coronavírus. O número de óbitos no país europeu está na casa de 29.983 pessoas. O pico da pandemia na região, no entanto, já passou, e aos poucos o quadro do “novo normal” tem sido implantado, com as pessoas obedecendo todas os protocolos rígidos de segurança.

Publicidade

Recentemente, o governo do país anunciou que a pandemia estava controlada, com o surgimento de raros novos casos de infectados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade