in

Auxílio Emergencial: blog divulga como será o pagamento das parcelas extras do benefício

Governo Federal deve oficializar forma de pagamento das parcelas extras em breve.

Divulgação - G1

Na última semana, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) juntamente com a sua cúpula do governo federal, anunciou a extensão do programa Auxílio Emergencial, que tem sido um alento para os brasileiros em tempos de pandemia do coronavírus. Após a definição de pagamento de três parcelas, ficou definido que os trabalhadores contemplados no recurso receberão mais R$ 1.200. A forma de pagamento, no entanto, não ficou definida.

Publicidade

Tanto Bolsonaro, como o ministro da Economia, Paulo Guedes, falaram sobre a ampliação no pronunciamento, anunciando os valores, mas em nenhum momento oficializaram a forma que o montante seria dividido, o que deixou muitos brasileiros com dúvidas. O ministro, no entanto, sinalizou que os R$ 1.200 poderiam ser divididos em mais de duas parcelas.

Nesta segunda-feira (06), o blog de Lauro Jardim, do jornal O Globo, publicou que Paulo Guedes conseguiu convencer Bolsonaro, chegando a um acordo para pagar o montante extra em quatro parcelas.

Publicidade

Formato

Segundo o blog, seriam pagos R$ 500 a partir do fim deste mês, correspondendo a quarta parcela, e nos primeiros dias de agosto mais R$ 100. Ainda no mês de agosto, seriam liberadas mais duas parcelas, ambas fixadas no valor de R$ 300, totalizando assim os R$ 1.200.

Publicidade

Seguindo o modelo usado nas outras parcelas, inicialmente a Caixa Econômica Federal deve fazer a liberação dos valores creditando na poupança digital, o que permite os beneficiários a realizarem pagamentos e realização de compras utilizando o cartão de débito, criado no aplicativo Caixa Tem. O calendário para saques e transferências será diferenciado.

Publicidade

O prazo para se inscrever no programa Auxílio Emergencial foi encerrado na última semana.

Publicidade
Publicidade
Publicidade