in

Mulher cega viaja até Brasília para encontrar Bolsonaro e faz profecia preocupante: ‘Vigia presidente’

Presidente da República se mostrou emocionado e compartilhou o encontro em suas redes sociais.

Reprodução - Youtube

Através de suas redes sociais, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) compartilhou um vídeo no qual ele se encontra com uma mulher evangélica, que lhe esperava no Palácio do Planalto.

Publicidade

Na conversa com o chefe de Executivo, ela contou que viajou do Rio Grande do Norte até Brasília, de ônibus, e revelou que teve três visões sobre o que irá acontecer com Bolsonaro em um futuro próximo.

A mulher disse que, em uma das visões, observou um anjo na porta do Palácio do Alvorada, segurando uma espada, ela ainda aconselhou Bolsonaro a ficar atento com possíveis traições de pessoas de dentro do próprio governo. 

Publicidade

Deus me mostrava uma nuvem negra por trás do senhor e Deus dizia que grande era sua luta na Presidência. Essa nuvem negra são pessoas que querem a todo custo te tirar daqui”, disse a mulher evangélica, sendo ouvida atentamente pelo presidente da República.

Publicidade

Veja o vídeo compartilhado por Bolsonaro:

Emocionado, o presidente fez questão de agradecer a mulher por todas as palavras. “Acredito em Deus também e sei que veio do teu coração essa palavras. Muito obrigado. Muito obrigado pela presença, dando força e confiança para a gente”, concluiu Bolsonaro. 

Publicidade

Por fim, o chefe do Executivo posou para uma foto com Verônica e mostrou preocupação com o retorno da moça para a sua terra natal, após ter feito a visita a ele.

Semana agitada para Bolsonaro

Nesta semana, o presidente da República oficializou a extensão do programa Auxílio Emergencial por mais dois meses. O benefício tem sido um alento para os brasileiros diante da crise imposta por conta da pandemia do coronavírus, que segue registrando números alarmantes.

Bolsonaro ainda se deparou com o pedido de demissão de Carlos Alberto Decotelli, do ministério da Educação, o economista e professor não permaneceu nem uma semana no cargo, e acabou entregando a pasta por conta de polêmicas acerca da sua formação.

Publicidade
Publicidade