in

Toda a verdade sobre o Ivermectnia: remédio que tem sido estudado contra a Covid-19

Ivermectina é um antiparasitário que inibe a replicação do coronavírus em testes comprovados.

Pfarma

Um dos remédios mais difundidos que prometem combater o novo coronavírus é o ivermectina, um antiparasitário que tem sido alvo de estudos de um grupo, o qual é liderado pelo Biomedicine Discovery Institute, da Monash University, que fica em Melbourne, na Austrália.
O estudo visa combater a Covid-19.

Publicidade

O estudo tem parceria com o Instituto Peter Doherty de Infecção e Imunidade. Os resultados da pesquisa mostram que o remédio possui uma atividade antiviral, ressaltando que são em testes in vitro, contra o vírus que tem causado a Covid-19.

A pesquisa resultou em um artigo que teve uma publicação na conceituada revista Antiviral Reserch. “Para testar a atividade antiviral da ivermectina em relação à SARS-CoV-2, infectamos as células e em seguida adicionamos a ivermectina. O sobrenadante e os grânulos de células foram colhidos nos dias 0-3 e analisados quanto à replicação do RNA do novo coronavírus. Às 24 horas, houve uma redução de 93% no RNA viral presente no sobrenadante (indicativo de virions liberados) de amostras tratadas com ivermectina”, diz um trecho do estudo.

Publicidade

Para quem nunca ouviu falar do remédio, a ivermectina é um medicamento de espectro amplo que é usado para combater vermes. Ele é usado em humanos para o uso de alguns tipos de verminose, além de ser usado no campo veterinário para o tratamento de alguns tipos de sarna e vermes no trato intestinal e coração dos animais.

Publicidade

Cuidados no uso da Ivermectina

É válido ressaltar que o medicamento não pode ser tomado por pessoas que tenham meningite ou outras complicações no Sistema Nervoso Central, que podem afetar a barreira hematoencefálica. Tudo isso porque seus efeitos agem em receptores cerebrais.

Publicidade

Os efeitos colaterais da ivermectina são diarreia, náusea, perda ou diminuição da força física, dores na região do abdômen, anorexia, constipação e vômitos. Além disso são associados outros problemas, como: tontura, sonolência, vertigem, tremor ao correr, prurido, erupções e urticária. Jamais tome qualquer medicamento sem conversar com um médico, só ele pode dizer qual o remédio indicado para qualquer situação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Nado Calegari

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .