in

Caso Miguel: o detalhe que impediu Sarí Côrte Real de ir parar atrás das grades

Miguel Octávio caiu de uma altura de mais de 30 metros e morreu no dia 2 de junho.

Instagram Sarí Côrte Real / Reprodução Globo

Sarí Côrte Real, primeira-dama do município de Tamandaré, em Pernambuco, foi indiciada por abandonado de incapaz com resultado morte no caso do menino Miguel Octávio Santana da Silva, de 5 anos, que morreu ao cair do nono andar do Condomínio Pier Maurício de Nassau, no Recife. 

Publicidade

A morte de Miguel, ocorrida no dia 2 de junho, mexeu com o Brasil. O garoto foi com a mãe, Mirtes Souza, ao trabalho. Mirtes desceu para levar o cachorro da patroa Sarí para passear. O menino queria ir com ela e foi em direção ao elevador da cobertura. 

Na primeira vez, Sarí o convenceu a não descer sozinho. Na segunda, a mulher permitiu que o garoto descesse com a mãe. Sozinho no elevador, Miguel apertou diversos botões e desceu no nono andar, onde acessou uma porta e chegou ao local onde caiu de uma altura de mais de 30 metros.

Publicidade

Sarí poderia ter ficado presa no dia da morte de Miguel

O advogado Yuri Herculano deu entrevista ao JC e comentou sobre a decisão da Polícia Civil em relação a Sarí Côrte Real.  Segundo ele, o indiciamento por abandono de incapaz com resultado morte é superior ao indiciamento por homicídio culposo. Enquanto no primeiro a pena varia de 4 a 12 anos, no segundo ela vai de 1 a 3 anos.

Publicidade

Inicialmente, Sarí era suspeita de homicídio culposo. Por este motivo, pagou fiança de R$ 20 mil e conseguiu deixar a delegacia. Segundo o advogado Herculano, se o entendimento do delegado no dia da morte de Miguel fosse por abandono de incapaz com resultado morte, Sarí não teria direito a pagar fiança e responder em liberdade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!