in

Com mais de mil mortes de Covid-19 por dia, Bolsonaro faz apelo a governadores e prefeitos

Presidente voltou a pedir pela reabertura do comércio em nome da economia.

Flickr Allan Santos

Os dados da pandemia do novo coronavírus no Brasil continuam preocupantes. De acordo com o Ministério da Saúde, na atualização feita na quinta-feira (2), o país registrava 61.884 mortes em decorrência da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Publicidade

O número de mortes diárias também é alto. Pelo terceiro dia seguido, o Ministério da Saúde computou mais de mil óbitos. Nesta quinta, por exemplo, 1.252 morreram. Apesar de os números serem muito preocupantes, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a pedir pela reabertura do comércio.

Em sua tradicional live de quinta-feira, Bolsonaro mandou um recado aos governadores e prefeitos ao falar sobre o dinheiro gasto com o pagamento do auxílio emergencial. “A gente apela aos governadores e prefeitos para que, logicamente com responsabilidade, comecem a abrir o comércio e botar a economia para funcionar de fato”, afirmou o presidente.

Publicidade

Bolsonaro acumula críticas durante a pandemia

Jair Bolsonaro continua tendo uma base sólida e seu apoio sempre fica próximo dos 30%. Apesar disso, ele vem sendo criticado por boa parte da população, especialmente, pela forma como tem se comportado durante a pandemia do novo coronavírus. 

Publicidade

Desde que a pandemia começou no Brasil, em março, Bolsonaro foi criticado por chamar o novo coronavírus de “gripezinha”, não prestar condolências às famílias das vítimas pela Covid-19, participar de manifestações e aparecer em locais públicos sem máscara. O presidente também chegou a questionar o número de mortes por Covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!