in

OMS se pronuncia sobre outro vírus e diz que está sob alerta

Diretor de Emergências da entidade, Michael Ryan se manifestou sobre estudo divulgado em revista científica.

Reprodução Globo

Depois de cientistas chineses publicarem artigo em revista cientifica americana sobre vírus da gripe suína, na última segunda-feira (28), muitas pessoas ao redor do mundo demonstraram preocupação. O mundo todo tem sofrido as consequências da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, que se disseminou através da China.

Publicidade

Até o momento, mais de meio de milhão de pessoas morreram em todo o mundo. Os países mais afetados são Estados Unidos e Brasil, que registram o maior número de mortes em decorrência da Covid-19. A China registrou cerca de cinco mil mortes, bem abaixo de muitos outros países.

Os cientistas chineses encontraram em porcos uma nova cepa do vírus da gripe suína parecido com o H1N1, que causou pandemia no ano de 2009 e matou milhares de pessoas. Genes presentes no vídeos facilitam a infecção em seres humanos. Pessoas que trabalham na indústria suína da China, inclusive, teriam sido contaminados, mas se recuperaram da gripe.

Publicidade

OMS se manifesta sobre vírus da gripe suína

Diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan se manifestou e afirmou que o vírus de gripe suína que foi divulgado em artigo científico no início desta semana não é novo e vem sendo monitorado desde 2011. Segundo Ryan, o estudo foi divulgado nos últimos dias, mas os dados começaram a ser compilados no começo da década.

Publicidade

Apesar de o vírus não ser novo, é preciso alerta constante para evitar que aconteça o mesmo que aconteceu com o novo coronavírus. Ryan disse ainda que existem vários vírus da gripe que têm potencial para causar uma pandemia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!