in

Noivo não adia casamento para evitar prejuízo e morre de covid-19, quase 100 se contaminaram no evento

Aproximadamente 350 convidados participaram da cerimônia contrariando as orientaçôes das autoridades.

Divulgação/Vogue

A pandemia do novo coronavírus mudou completamente a rotina da população no mundo inteiro. Por causa do isolamento social imposto, eventos que geram aglomerações estão proibidos em diversos países. Tudo para tentar evitar que a doença continue se propagando.

Publicidade

Certamente, muitas pessoas precisaram adiar os sonhos por causa dos efeitos da pandemia. Festas de aniversários, casamentos e eventos importantes precisaram ser adiados, já que os governantes da maior parte dos países suspenderam qualquer tipo festividade que possa gerar aglomeração.

Não querendo abrir mão de toda organização, um noivo para evitar o prejuízo financeiro acabou seguindo com a cerimônia. No entanto, o desfecho dessa história acabou terminando muito mal. O noivo morreu e quase 100 pessoas contraíram coronavírus após o casamento em Bihar, na Índia.

Publicidade

De acordo com a informação de um canal local, o homem de 30 anos era um engenheiro de software que trabalhava em Delhi, teria feito uma viagem para sua cidade natal, Paliganj, em Bihar, no meio do mês de maio. Pouco tempo depois de chegar, começou a apresentar sintomas da Covid-19 antes da data do casamento que estava previsto para ocorrer no dia 15 de junho.

Publicidade

Conforme a mídia regional, o noivo teria manifestado a vontade que adiar a cerimônia por causa dos sintomas da doença, mas teria sido convencido a seguir com o evento para evitar prejuízos financeiros. Ele acabou não sendo testado para saber se tinha realmente pegado o vírus.

Publicidade

No dia da cerimônia religiosa, mais de 350 pessoas estiveram presente no evento. Conforme um relatório emitido pelo Índia Today na última segunda-feira, pelo menos 80 convidados que foram ao casamento testaram positivo para a Covid-19. O evento acabou quebrando uma orientação das autoridades locais que limitam que reuniões tenham no máximo 50 pessoas.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.