in

Tragédia: Ciclone bomba faz vítima fatal no dia de seu aniversário

Três pessoas ficam presas embaixo de árvore após passagem das rajadas de vento.

epoca.globo.com

Nesta terça-feira (30), um ciclone bomba que se formou na região sul do país devido à queda de pressão rápida na atmosfera ocasionou muita destruição pelo caminho em que passou. As rajadas de vento que chegaram além dos 100 km e com a duração de cinco a dez minutos, perdeu força no deslocamento em direção para o litoral, no entanto, muitos sofreram com os estragos e perdas em Santa Catarina.

Publicidade

No município de Itaiópolis, um acidente teve uma repercussão dramática e infeliz. Uma vendedora chamada Miraci Fernandes morreu aos 37 anos, no dia do seu aniversário dia 30 de julho de 2020. A vendedora que estava desempregada, havia sido contratada na segunda (29), muito empolgada com o novo trabalho em meio a pandemia, casada e com três filhos, estava voltando da empresa.

O carro em que se encontrava a vítima Miraci, estavam também mais duas pessoas que não foram identificadas, e foi atingido por uma árvore. O carro estava andando na estrada, quando árvores começaram a ser arrancadas do chão com a força do vento, que colidiu com o carro, deixando o veículo destruído.

Publicidade

As três vítimas ficaram presas nas ferragens enquanto a árvore de eucalipto que ficou em cima do carro, teve que ser cortada em vários pedaços pela equipe de bombeiros que os socorreram no local, no qual o motorista do carro saiu a salvo das ferragens, a outra passageira teve a clavícula fraturada e Miraci, não resistiu e veio a óbito.

Publicidade

O irmão da vendedora falou pela família, e relatou com tristeza que soube do acidente fatal na terça (30), no final da tarde e muitos membros da família não puderam ir ao enterro de sua irmã. Fernandes comentou que a prioridade é o cuidado e criação de seus sobrinhos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade