in

Pastor e deputado federal; ele é acusado de pedir aborto da própria filha: ‘Muita hipocrisia postar que é a favor de família’

Pastor e deputado federal Abílio Santana paga pensão, mas não registra suposta filha.

Metrópoles

Bomba no mundo evangélico. O pastor e deputado federal Abílio Santana (PL-BA) está recebendo acusações duras de um ex-affair. Letícia Mariane teria se relacionado com o pastor por oito meses. Tudo teria ocorrido há oito anos, quando ela trabalhava ao lado de Abílio. O romance dos dois teria começado em meios ao cultos que Abílio pregava em São Paulo.

Publicidade

Deputado Abílio Santana é acusado de pedir aborto de ex-affair

No entanto, a jovem teria ficado grávida e o pastor teria estimulado que ela praticasse o aborto. As informações são da coluna do jornalista Léo Dias, do portal de notícias Metrópoles, em uma matéria publicada nesta quarta-feira, 1 de julho.

A jovem diz que não sabia que o pastor era casado quando se envolveu com ele. Para ela, não seria plausível que um pastor evangélico respeitado tivesse uma amante. No entanto, a bomba ocorreu mesmo quando Letícia Mariane revelou que estava grávida. O pastor teria entrado em choque com a notícia. 

Publicidade

Letícia acusa Abílio Santana de tê-la estimulado a praticar o aborto. Ele teria dito para ela que daria dinheiro para a jovem resolver o “problema”. A menina não foi abortada e se chama Esther. A garotinha estaria hoje com sete anos de idade, mas não recebeu o sobrenome do próprio pai. 

Publicidade

“É muita hipocrisia ele postar em redes sociais que é a favor de família”, disse a jovem, que revelou que o pastor não se relacionaria bem com a própria filha. Ela detalha, por exemplo, que em determinado dia a garota foi ao aeroporto encontrar o suposto pai, mas que ele a teria tratado com muita frieza.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.