in

Regina Duarte decide sobre permanência ou saída à frente da Cultura de Jair Bolsonaro

Regina Duarte participou de uma reunião com Jair Bolsonaro,e decidiu por ficar à frente da Secretaria Especial da Cultura.

Divulgação/Governo Federal

Aconteceu, na tarde desta quarta-feira (6), um encontro entre Regina Duarte e o presidente da República, Jair Bolsonaro. Ambos participaram de uma reunião seguida de um almoço. Após os eventos oficiais, a ex-atriz da Rede Globo optou por permanecer à frente da Secretaria Especial da Cultura.

Publicidade

Regina Duarte e Jair Bolsonaro afastam crise

Para o almoço, a artista de 73 anos levou vários de seus projetos para serem apresentados ao presidente da República. A intenção de Regina Duarte é colocá-los em prática no decorrer dos próximos meses. Todavia, conforme avaliado pela coluna do jornalista Ricardo Feltrin, no portal UOL, o objetivo do encontro não foi esse.

Em tom bastante fraternal, ambos mantiveram conversas pacíficas e afastaram o clima de tensão que rondava Brasília nos últimos dias. Tudo começou após a nomeação de Dante Mantovani para o comando da Funarte ser publicada no Diário Oficial da União, na manhã desta terça-feira (5).

Publicidade

Regina Duarte o havia demitido no início do ano e teria ficado surpresa com a renomeação – sem que ela fosse informada. No final da tarde do mesmo dia, o site O Antagonista vazou publicamente áudios nos quais é possível notar uma grande insatisfação de Regina Duarte com a nomeação.

Publicidade

Crise com a ala olavista

A tensão mostra o clima de disputa que existiria no setor do governo federal, envolvendo de um lado os militares, que apoiam a permanência de Regina Duarte, e a ala olavista, dos seguidores do filósofo e escritor Olavo de Carvalho, que querem a atriz fora do Governo Federal.

Publicidade

Conforme apurou a mesma coluna, em nenhum momento do encontro as crises recentes ocorridas em Brasília foram discutidas entre o presidente e a secretária especial da Cultura. Regina Duarte nada falou sobre abandonar o Governo Federal. Do outro lado, Jair Bolsonaro não fez qualquer tipo de pressão sobre a sua subordinada política.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com