in

Rio de Janeiro vai receber novo hospital de campanha, e Crivella faz discurso

Prefeito diz que hospital de campanha será inaugurado, e espera a chegada de mais 300 novos respiradores.

Super Rádio Tupi

No Rio de Janeiro, os hospitais de referência alcançaram sua lotação máxima, as upas não estão dando conta e pessoas estão morrendo por falta de leitos, a população carioca está doente e a quarentena é o melhor método de prevenção.

Publicidade

Rio de Janeiro vai receber novo hospital de campanha

O prefeito Marcelo Crivella se pronunciou na manhã nesta quinta-feira (30). Crivella informou que a prioridade máxima é abrir os hospitais de campanha que estão sendo montados, disse também que o hospital montado no Riocentro, zona oeste do Rio de Janeiro, será inaugurado nesta sexta-feira (1°).

Marcelo Crivella disse que será feito uma expansão de leitos no hospital Ronaldo Gazolla. Em Acari a expectativa é desafogar os hospitais referências no combate a Covid-19. Crivella reiterou que, os hospitais precisam de respiradores para funcionarem de maneira adequada, e que está aguardando 300 novos respiradores comprados da China, com previsão de chegada para o dia 8 de março.

Publicidade

Prefeito diz que hospital de campanha será inaugurado, e espera a chegada de mais 300 novos respiradores

Publicidade

O secretário de saúde do estado, Edmar Santos em entrevista para o Bom Dia Rio, declarou que há uma certa preocupação com o pico da pandemia, segundo ele, serão necessários mais 21 mil novos leitos para enfermaria e 7 mil UTI, mas a rede pública espera ter só 3,5 mil leitos, isso geraria um déficit de 25 mil vagas.

Publicidade

As autoridades do Rio de Janeiro alertaram a importância da quarentena, ficar em casa é a melhor maneira de se prevenir, o prefeito disse que vai prorrogar a quarentena até o dia 15 de maio, e espera que a curva de contágio do coronavírus diminua.

Publicidade
Publicidade