in

Covid-19: casos suspeitos poderão fazer testes rápidos

A decisão da Anvisa permite testes com diagnóstico rápido em farmácias e drogarias.

Governo Federal

Com a alta demanda de casos suspeitos da Covid-19 nos pontos de atendimento, nesta terça-feira (28), a diretoria da Anvisa, numa votação unanime, aprovou uma medida em caráter temporário: os testes rápidos de diagnósticos de Covid-19 poderão ser feitos em drogarias e farmácias. Os exames serão encontrados nos estabelecimentos a partir de uma resolução publicada do Diário Oficial.

Publicidade

Covid-19: Casos suspeitos poderão fazer testes rápidos

Farmácias e drogarias, mediante a decisão, poderão comercializar os testes e os exames poderão ser realizados por um profissional qualificado, no horário de expediente do farmacêutico, com os dados preenchidos corretamente.

Decisão da Anvisa permite testes em farmácias e drogarias com diagnóstico rápido

O teste rápido, que é um ensaio imunocromatográfico, serve como auxiliar no diagnóstico, podendo resultar em falso negativo, caso o paciente com suspeita de Covid-19 faça o exame ainda no estágio inicial da doença.

Publicidade

Segundo Antônio Barra Torres, diretor-presidente substituto da Anvisa, a disponibilidade dos testes nestes estabelecimentos é uma estratégia para diminuir a concentração dos pacientes nas redes públicas.

Publicidade

A recomendação do diretor Marcos Miranda é que aconteça uma reunião das secretarias estaduais e municipais de saúde com as farmácias, para informar como será a manipulação destes testes.

Publicidade

A ideia da medida surgiu com os procedimentos bem-sucedidos de coletas realizadas pelo drive-thru, também pela rede pública. Logo, é razoável que os testes rápidos sejam realizados nas farmácias, pelo farmacêutico, devidamente habilitado profissionalmente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade