in

Bolsonaro perde seguidores nas redes sociais após demissão de Sérgio Moro

Presidente Jair Bolsonaro, pela primeira vez desde o ano 2017, viu seus seguidores diminuírem nas redes sociais.

REUTERS/Ueslei Marcelino

Demissão de Sérgio Moro faz Jair Bolsonaro perder seguidores nas redes sociais. De acordo com informações da Consultoria Bites, desde que se colocou como provável candidato à presidência da república no ano de 2017, o hoje presidente Jair Bolsonaro nunca havia perdido seguidores nas suas páginas.

Publicidade

No entanto, após a demissão de Sérgio Moro isso mudou. Como mostra uma matéria publicada pelo site do portal Terra, a Consultoria Bites começou a monitorar as principais contas nas redes sociais de Bolsonaro no dia primeiro de Setembro de 2017. Quase três anos depois, sites como Facebook, Youtube, Twitter e Instagram, a cada dia, tinham mais seguidores para Bolsonaro.

O problema é que boa parte da base aliada de Bolsonaro foi construída com a figura de Sérgio Moro. Ex-juiz federal, Moro acabou virando uma espécie de figura de herói nacional ao ficar a frente da Operação Lava Jato. Graças a ele, figuras como a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e grandes empresários foram parar na cadeia. 

Publicidade

Em apenas 6 horas, quase 50 mil perfis deixam de seguir Bolsonaro nas redes sociais

Todo o império  bolsonarista foi criado a partir das redes sociais. No primeiro turno de 2018, na campanha eleitoral à presidência, Bolsonaro tinha menos de um minuto de televisão. Mesmo assim, chegou ao segundo turno e venceu o pleito.

Publicidade

De acordo com a consultoria citada pelo Terra, em cerca de 6 horas desde a demissão de Sérgio Moro, a família Bolsonaro deixou de ser seguida por 86.427 contas. O presidente Bolsonaro sozinho perdeu 48.473 mil perfis. O montante parece pequeno, mas indica a importância de Sérgio Moro no governo Bolsonaro. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.